Wednesday, December 20, 2006

ISR-ael



AGAINST THE TRUE ENEMIES OF JUSTICE AND THE FREEDOM OF SPEECH!

END TO REPRESSION!



END TO THE WAR! END TO THE PRISONS! END TO THE GHETTOS!


END TO THE WALLS, TO THE BATTLE CARS!


:-O < END TO THE WAR!!!

Sunday, August 27, 2006

NO TITLE

UNFORTUNATLY THERE'S NO TIME FOR EVERYTHING!
THIS WILL BE THE LAST POST!
BYE!

Wednesday, July 26, 2006

Globalization

The Globalization.
There is good things about it. There is bad things about it.
But should we be in a XXI century without understanding well that?



Globalization




......

Thursday, June 22, 2006

Detergente mental II

A amnésia da sandes mista.

Não conheço ninguém que se lembre do preço de uma sandes de fiambre, de queijo, mista ou do simples pão com manteiga á 10-15 anos atrás.
Não querendo repetir a velha publicidade do ainda me lembro... Tinha coisa como 10 anos a 12 anos e costumava comprar coisas para comer numa pastelaria perto do sitio onde estudava, enquanto esperava que o autocarro partisse. Haviam os croassants, os lanches, cachitos e os outros bolos e também as sandes desde a de queijo á de presunto. Essa última era uma das mais caras, acompanhada pela nossa famosa mista.
Nessa altura as coisas estavam no geral mais baratas e o Euro ainda não existia.
Ninguem com a minha idade dava um verdadeiro valor ás coisas. Os bolos e os gelados eram sempre escolhidos quando estavam lado a lado com a comida mais "saudável". Eu não tinha muito dinheiro para gastar nessa altura. A minha mãe costumava dar-me 100 escudos antes de ir para a escola, o que era pouco para uma criança nessa altura. Os meus colegas falavam-me das mesadas que os pais lhes davam, muito maiores que o valor de todas as minhas moedas de um mês inteiro juntas. Porque tinha subsidio e comia na cantina, era suficiente de qualquer modo para os meus gastos diários fosse um dos meus caprichos ou uma outra necessidade que surgisse.
Á tarde o autocarro parava mesmo á frente de uma pastelaria e ai ficava durante alguns minutos, tempo suficiente para ir comprar um bolo ou um gelado.
Um gelado de uma bola era 80 escudos e duas 120 escudos mais ou menos. Isso agora 40 e 60 cêntimos. Os bolos eram também 80-90 escudos, qualquer coisa como 40-45 cêntimos.
Muito contente pedia o cachito 10 ou 15 escudos mais barato para poder comprar também um ou dois pães simples. O pão era uns 5 cêntimos. Raramente pedia um pão com manteiga, que custava uns 20 cêntimos, ou um com fiambre ou de queijo que andavam á volta dos 60 escudos= 30 cêntimos. Houve dias como esses que comprei sandes mistas, custavam 120 escudos. Eram caras! E ainda mais as tostas que andavam pelos 200 escudos.
Por isso preferia um bolo que era ligeiramente mais barato e andava pelos 90$ a 100$.

Certo dia as sandes passaram a custar 1,20€- 1,50€, e os bolos 0,90€.
Do nada, os bolos passaram a custar o dobro e as sandes que eram mais baratas, por obviamente se tratar de pão com qualquer coisa, passam a custar mais 200 escudos.
-Ah! Foi o Euro!
Primeiro não é por causa da mudança de moeda que se vão aumentar preços com mais do dobro, e depois lembro-me que isso já aconteceu antes, e que foi uma coisa repentina.
Tenho uma teoria de que houve um primeiro dono de uma pastelaria ganancioso que pensou que as pessoa se iriam começar a preocupar com a saúde e por isso seria bom aumentar o preço das sandes. Logo a seguir todos começaram a fazer o mesmo. Ninguém se lembrou porque uma tosta mista custava o mesmo que custa agora uma sandes mista.
Só assim se explica porque é que os bolos não subiram também mais 200 escudos. São esses porcos gananciosos que nos querem extorquir dinheiro...

Achei que era bom dizer:
Afinal é quê? O preço da mão de obra das sandes?

É que se for isso traga-me as coisas separadas que eu faço!

Detergente mental

Relembrando o meu post de Janeiro de 2006 e mesmo sabendo que não foi lido por quase ninguém volto a escrever neste espaço sobre algo de semelhante:
"A-GENTE É DA POLÍCIA!!!!!" --------> isso foi o que me ensinaram!
"Com a gente" é uma expressão vulgarmente utilizada para dizer simplesmente connosco. A expressão a gente não está errada, mas apenas o modo como é utilizada. Por exemplo, a gente do Minho, a gente do Alentejo, a gente da Rússia, ou seja, as pessoas.
Ora, VEM COM A GENTE= VEM COM AS PESSOAS, e isso é diferente de dizer VEM CONNOSCO, (já ouvi vem com nós mas isso é muito estranho e não sei se é sequer correcto dizer).
Mais dramático que isso é o caso do CONVOSCO, que foi substituído pela expressão abrasileirada da novela: COM VOCÊS.
Se Você em Portugal é usado para os mais velhos, porque é que os mais novos se tratam assim? É claro que VOCÊS SABEM e não Vós Sabeis, isso seria pedir muitíssimo, mas pelo menos VOS peço que o convosco possa viver uns anos mais sem que morra abafado pelo gigante Brasil que nos vai afogando em telenovelas.
E se ao menos nas portuguesas falassem bem! Podiam de certo ganhar o concurso das novelas mais artificiais do mundo. O degredo dos morangos com açúcar que vai envenenando os nossos putos pouco a pouco com imagens estereotipadas a todo o instante...

Saturday, June 17, 2006

Are we living in AMERRIKA?

To see with your own eyes:


http://www.awkkkk.org/row12.htm

Monday, June 05, 2006

Terror, destruction, political, threats, deads, economy, fear, STOP!---- SAVE ME!!

Christian woman don't die.
This is your world. Never saw an heaven, seven flowers or seven sins.
And the snake and the forbidden fruit is part of our HUMAN NATURE.

Human dream?...

There is no sin where there is no sinners.
Gloria! Gloria! Alleluia! Gloria!
Save me christian woman- i can die for you...

Gloria! Gloria! Alleluia! Gloria!
I don't even believe in a god- instead your fertility.

Tuesday, May 30, 2006

NEW!!

Yeah! This blog has a new face. This is a time for changes.
Also YOU can change it! You can be part of it:
Ph.Acid@yahoo.com


BE ONE!



Monday, May 29, 2006

Saturday, May 06, 2006

Morcegagem


A Morcegagem..
Andam pela cidade, procurando a mais pequena presa. Fazem-se predadores.

São os Morcegos- Homens Morcegos, que contam aos mais "pequenos" as verdades sobre o curso. Ser-lhes-á passado um legado: a grande honra e responsabilidade da passagem de legados...
"Os doutores", essa escumalha irritante, dos dux e dos plux, mux e fasciux...
No outro dia diz me uma assim:
-Hoje não tive praxe porque morreu o pai de um doutor!
-A sério? E não houve praxe por causa disso? Esse "doutor" deve ser mesmo importante.
Disse eu.
- De que ano era?
Perguntei.
Do 2º.
Respondeu.
Do 2º!!!?? Do 2º!?! Doutor?!
E ali estava eu a falar com uma futura doutora.

Se de super-heróis se tratassem, andariam as ruas bem mais tranquilas.
Mas este tipo de herói só com as cervejas acaba. E ás vezes nem isso sabe fazer bem.
Batman de capa, cheio de coragem para enfrentar qualquer perigo que lhe apareça á frente. Pelo menos com muita "letra".


E até aqueles que para a tropa se mostariam inaptos, são agora os ex-libris da adaptação, e o grito de curso mais audível.
Traje Académico Feminino Completo
Preço: 90€
(casaco, saia, camisa, gravata e capa)


Traje Académico Masculino Completo
Preço: 140€
(batina, colete, calça, camisa, gravata e capa)

Rastejam para gastar:
Elas:90
Eles:140

Não fosse estar o amor pelo curso acima de tudo!
Especialmente, quando por amor se ficam 10 anos no 1º ano.

Inteligentíssimos os doutores são capazes de se metamorfosear.
Será este mais ou menos o resultado final da metamorfose do caloiro:

Monday, May 01, 2006

LOVE IN ALL LANGUAGES

AFRIKAANS ek het jou lief / ek is lief vir jou

ALBANIAN të dua

ALSATIAN ir liàb dir

Dialectal ARABIC (North African) n'bghick

Dialectal ARABIC (Eastern) bahebbak (à un homme) / bahebbik (à une femme)

Literary ARABIC ouhibbouka (à un homme) / ouhibbouki (à une femme)

ARMENIAN yes kez siroumem

ASTURIAN quiérote

AZERI men seni sevirem

BAMBARA né bi fè

BASQUE maite zaitut

BAOULE mi klôa

BELARUSIAN Кахаю цябе (kahaju ciabie)

BENGALI aami tomakey bhalo basi

BERBER righ kem

BOBO ma kia bé nà

BOSNIAN volim te

BRETON karout a ran ac'hanout / da garout a ran / me az kar

BULGARIAN обичам те

BURMESE nga nin ko chit te

CATALAN t'estimo

CHEYENNE néméhotâtse

CHINESE wo ai ni

CORSICAN amu tè / ti tengu caru

CROAT volim te

CZECH miluji tě

DANISH jeg elsker dig

DIOULA mi fê

DUTCH ik hou van jou

ESPERANTO mi amas vin

ESTONIAN ma armastan sind

FAROESE eg elski teg

FINNISH minä rakastan sinua

FLEMISH ik hou van jou / ik heb je lief

FRENCH je t'aime

FRISIAN ik hâld fan dy

FRIULAN o ti vuei ben

GALICIAN amo-te / ámote / quero-te / quérote

GEORGIAN me shen mikvarkhar

GERMAN ich liebe Dich

GREEK s'agapo

GUARANÍ rojhayhû

GUJARATI hun tane prem karun chhun

HAITIAN CREOLE mwen renmen'w / mouin rinmin'w

HAWAIAN aloha wau ia oi

HEBREW ani ohev otakh (man to woman)
ani ohevet otkha (woman to man)

HINDI main tumse pyar karta hoo

HUNGARIAN szeretlek

ICELANDIC ég elska þig

INDONESIAN saya cinta padamu / saya cinta kamu

IRISH GAELIC tá grá agam duit

ITALIAN ti amo

JAPANESE aishitemasu / aishiteru (barely used)
anata ga daisuki desu ("cute")

KABYLIAN hamlagh-kem (man to woman)
hamlaghk (woman to man)

KANNADA naanu ninnanna pritisutteney

KHMER bang srolaïgn ôn (man to woman)
ôn srolaïgn bang (woman to man)

KINYARWANDA ndagukunda

KOREAN saranghe

KURDISH ez te hez dikim

LAO khoi hak tchao lai

LATIN te amo

LATVIAN es tevi mīlu

LEBANESE b'hibik (man to woman)
b'hibak (woman to man)

LIGURIAN mi te amu

LINGALA na lingi yo

LITHUANIAN aš tave myliu

LOW SAXON ik hou van ju

LUXEMBOURGEOIS ech hun dech gäer

MACEDONIAN te sakam

MALAGASY tiako ianao / tia anao aho (stronger)

MALAY aku cinta padamu

MALAYALAM yenikku ninne estamaanu

MALTESE inhobbok

MANX ta graih aym ort

MAORI kei te aroha au i a koe

MONGOLIAN Би чамд хайртай (bi chamd khairtai)

MORÉ mam nong-a fo

NAPOLETANO t'ammo

NDEBELE niya ku tanda

NEPALI ma timilai prem garchhu

NORWEGIAN jeg elsker deg

OCCITAN t'aimi

PAPIAMENTU mi ta stima bo

PERSIAN dustat dâram (formal) / duset dâram (informal)

POLISH kocham cię

PORTUGUESE eu amo-te (Portugal)/ eu te amo (Brasil)

PUNJABI mein tenu pyar karda han (male speaker)
mein tenu pyar kardi han (female speaker)

QUECHUA de CUZCO munakuyki

RAPA NUI hanga rahi au kia koe

ROMANI kamaù tut

ROMANIAN te iubesc

RUSSIAN Я тебя люблю (ia tibia lioubliou)

SAMOAN ou te alofa ia te oe

SANGO mbi yé mô

SARDINIAN deo t’amo (logudorese) / deu t’amu (campidanese)

SCOTTISH GAELIC tha gaol agam ort / tha gaol agam oirbh

SERBIAN volim te

SHONA ndinokuda

SINDHI moon khay tu saan piyar aahay

SLOVAK ľúbim ťa / milujem ťa

SLOVENIAN ljubim te / rad te imam (male speaker) / rada te imam (female speaker)

SOBOTA volim te / se te volime (lit.)

SOMALI waan ku jecelahay

SONINKÉ na moula

SPANISH te amo / te quiero

SUSU ira fan ma

SWAHILI nakupenda

SWEDISH jag älskar dig

TAGALOG mahal kita

TAHITIAN ua here vau ia oe

TAJIKI jigarata bihrum duhtari hola (man to woman)
tra lav dorum (woman to man)

TAMIL naan ounnai kadali-karen

TATAR min sine yaratam

TELUGU nenu ninnu premisthunnanu

TETUN hau hadomi o

THAI ผมรักคุณ (phom rak khun) - man speaking
ฉันรักคุณ (chan rak khun) - woman speaking

TIBETAN na kirinla gaguidou

TURKISH seni seviyorum

TURKMEN seni söýärin

UDMURT mon tone jaratiśko

UKRAINIAN Я тебе кохаю (ia tebe kohaiu)

URDU mein tumse mohabbat karta hoon (man to woman)
main tumse mohabbat karti hoon (woman to man)
mujhe tum se pyar heh

UZBEK seni sevaman

VENETIAN t'amo

VIETNAMESE anh yêu em (man to woman)
em yêu anh (woman to man)

WALOON (orthographe à betchfessîs) dji vs voe voltî

WELSH rydw i'n dy garu di

WEST INDIAN CREOLE mwen enmen

WOLOF nob nala

YIDDISH ich hob dir lib

Sunday, April 30, 2006

SOMETHING?









ÉEEEEEI,
PORTUGAL OLÉ!
PORTUGAL OLÉ!
PORTUGAL OLÉ!
PORTUGAL OLÉEEE!

UM SÁBADO Á TARDE E...

MAIS UM PORTUGUÊS TEIMOSO E DESCONTENTE:

EU??!! IR AO ROCK IN RIO?
EU NÃO VOU! NÃO VOU! EU NEM GOSTO DE BRASILEIROS. PARA QUÊ IR LÁ!
E A SHAKIRA? MAS.. SHAKIRA? ELA ESTÁ LÁ? É ROCK?
JÁ AGORA ROCK IN RIO OU LISBOA? É O TEJO? COM ESSAS PALMEIRAS ISSO DEVE SER MAIS PARA AS MARGENS DO GUADIANA.

Thursday, April 20, 2006

FW: A CARTA

[ de um e-mail que recebi... :) ]

>Um pai entrou no quarto da sua filha e encontrou uma carta sobre a cama que
>dizia o seguinte:
>
>
>"Queridos pais
>
>
>Com muita pena vos digo que fugi com o meu noivo, encontrei o amor da minha
>vida. Estou absolutamente fascinada com os seu piercings, cicatrizes e
>tatuagens. Mas não é só, estou grávida de gémeos. Aprendi também que a
>Marijuana e a Cocaína não fazem mal a ninguém. Sé rezo que a Ciência
>encontre a cura da Sida, o Joaquim merece. Não se preocupem com o dinheiro,
>o Joaquim conseguiu que entrasse em filmes com outros amigos, posso ganhar
>EUR 50,00 á Hora, se for com mais de três homens são EUR 200,00, e se entrar
>o
>Pastor Alemão do Joaquim são EUR 300,00.
>
>
>Não te preocupes mãe. Já tenho 15 anos e sei cuidar de mim mesma...
>
>
>Com muito carinho, a vossa querida filha.
>
>Ps : Pai, é uma brincadeira, estou a ver televisão na casa da vizinha, só
>queria mostra-te que ha coisas piores na vida que as minhas notas"
>
>
>
>
>
>Resposta de pai :
>
>
>"Dei a carta a ler à tua mãe, teve um AVC e foi internada de urgência, está
>entre a vida e a morte. Por causa disso e a conselho dos advogados foste
>retirada do testamento. Todas as coisas do teu quarto foram doadas e também
>mudamos a fechadura da nossa casa. Não tentes fazer pagamentos por
>multibanco, porque a Conta foi cancelada. Demos também baixa do teu
>telemóvel. Demos também a tua colecção de CDs ao anormal do 5º andar. Podes
>começar também a pensar em trabalhar, com a tua idade e com esse corpinho
>estou certo que trabalho não vai faltar, apesar da concorrência das
>brasileiras.
>
>
>
>Enfim, espero que sejas muito feliz na tua nova vida
>
>
>PS : Filha querida , claro que é tudo uma brincadeira, a tua mãe está aqui
>comigo a ver a novela.
>
>Só queríamos mostrar-te que ha coisa bem piores que passares as próximas 4
>semanas sem sair de casa, sem ir á Internet e sem ver televisão por causa
>das tuas notas e da tua brincadeira."

Tuesday, April 11, 2006

É Bacalhau Demolhado pa sexta, que comer carne é pecado!!

Aproveitando esta quadra:

Se os padrinhos se casassem, o presente passava a ser só um. Concerteza pior que dantes.
-----------------------------------



E vendo as coisas pelos casamentos, não me parece também boa ideia o casamento de um cavalo com um burro,
dará um hibrido incapaz de se reproduzir.

Ora sabendo, que ali em Massarelos as meninas andam na fase dos cavalos, os burros de caminhantes preparam-se a rigor para que mais cavalos se pareçam, prontos e sem cerimonias.
Andem elas de kitty ou de mango e
eles de teletubbie ou de pole,
camuflagem ambulante por vezes de largas despesas, acaba por dar tudo na mesma mula que mais tem de burra, zurrando com um sorriso chik-let...

Sunday, April 09, 2006

Mickey_Mices

Be a good boy!
Who is your favorite character?
Be a good boy!
Who is your favorite character?
Be a good boy!
Who is your favorite character?
Be a good boy!
Who is your favorite character?
Be a good boy!
Who is your favorite character?
Be a good boy!
Who is your favorite character?
Be a good boy!
Who is your favorite character?
Be a good boy!
Who is your favorite character?
Be a good boy!
Who is your favorite character?

The World of 2088

http://www.washington.edu/alumni/columns/june98/2088.html

Monday, March 27, 2006

Sunday, March 26, 2006

Wednesday, March 22, 2006

About Respect...

Respect.
There is two ways for being respected.
One is by fear.
Other is by common respect.
Maquiavel would accept both. However he would notify the prince about the dangers of the first one. The man that wants to be respected, and doesn't respect others, he won't be respected from no other way else than first option.
The second choice would be the easiest in a group where the equality is not being misunderstood.
Now you can compare the both:
First with Totalitarism;
Second with Communism;
Even if there would be corruption in the second, the tolerance will be accepted, while in the the first could not be tolerated anything that could affect the piramidal structure of power.
You'll have also applyed the rules of majority and minority.

There is no man that can ever be respected if he doesn't respect himself.
True as to say that all men get respect by others.
True as to say that the respect should be common for the others to know it.

People that cannot generate respect, cannot obtain respect.

So if there is ignorant people in the world is because of their lack of conscience about reality.
Ignorant people don't care about respect. They only want it.

Respeito.
Há dois meios para respeitar.
Um é por temor.
Outro é por respeito comum.
Maquiavel aceitaria ambos. Contudo notificaria o príncipe sobre os perigos do primeiro. O homem que quer ser respeitado, e não respeita outros, ele não será respeitado de nenhum outro meio mais que primeira opção.
A segunda escolha seria a fácil num grupo onde a igualdade não está estando entendido mal. Agora pode comparar os ambos:
Primeiro com Totalitarismo;
Segundo com Comunismo;
Ainda que haja corrupção no segundo, a tolerância será aceitada, enquanto no o primeiro nada poderá ser tolerado que possa afetar a estrutura de piramidal de poder.
Você também terá aplicado as regras de maioria e minoria.

Não há nenhum homem que jamais pode ser respeitado se ele não se respeita. A verdade como dizer que todos homens recebem respeito por outros. A verdade como dizer que o respeito deve ser comum para o outros sabê-lo.

As pessoas que não podem gerar respeito, não podem obter respeito.

Então se há pessoas ignorantes no mundo é por causa de seua falta de consciência sobre realidade. Pessoas ignorantes não preocupam-se com respeito. Eles só querem-no.

Respect.
Il y a deux façons pour étant respecté.
L'un est par la crainte.
Autre est par le respect commun.
Maquiavel accepterait les deux. Cependant il notifierait le prince des dangers du premièrement l'un. L'homme qui veut être respecté, et pas les autres de respect, il ne sera pas respecté d'aucune autre façon d'autre que premièrement option.
Le deuxième choix serait le plus facile dans un groupe où l'égalité n'est pas mal comprise. Maintenant vous pouvez comparer le les deux :
Premier avec Totalitarisme ;
Deuxième avec le Communisme ;
Même s'il y aurait la corruption dans la seconde, la tolérance sera acceptée, pendant que dans le le premièrement ne pourrait rien être toléré qui pourrait affecter la
structure de piramidal de pouvoir.
Vous serez appliqué aussi les règles de majorité et de minorité.

Il n'y a pas d'homme que jamais peut être respecté s'il ne se respecte pas. Vrai comme dire que tous hommes obtiennent le respect par les autres. Vrai comme dire que le respect doit être commun pour les autres pour de le savoir.

Les gens qui ne peuvent pas produire le respect, ne peut pas obtenir le respect.

Donc s'il y a des gens ignorants dans le monde sont à cause de leur manque de conscience de la réalité. Les gens ignorants ne soignent pas du respect. Ils le veulent seulement.

Respeto.
Hay dos maneras para siendo respetado.
Uno está por el temor.
Otro está por el respeto común.
Maquiavel aceptaría los dos. Sin embargo él notificaría al príncipe acerca de los peligros del primer. El hombre que necesidades para ser respetadas, y no respetan los otros, él no será respetado de ninguna otra manera más que primero opción.
La segunda elección sería el más fácil en un grupo donde la igualdad no es entendida mal. Ahora usted puede comparar el ambos:
Primero con Totalitarism;
Segundo con el Comunismo; incluso si haya la corrupción en el segundo, la tolerancia se aceptará, mientras en el el primer no podría ser tolerado nada que podría afectar la estructura de piramidal del poder.
Usted habrá aplicado también las reglas de la mayoría y la minoría.

No hay hombre que puede ser respetado jamás si él no se respeta. Verdadero decir como que todos hombres obtienen el respeto por otros. Verdadero decir como que el respeto debe ser común para los otros para saberlo.

Las personas que no pueden engendrar el respeto, no pueden obtener el respeto.

Tan si hay personas ignorantes en el mundo son a causa de su falta de conciencia acerca de la realidad. Las personas ignorantes no tienen interés en el respeto. Ellos sólo lo quieren.

Уважение(Отношение).
Есть два пути для того, чтобы быть уважаемым.
Каждый - опасением.
Другой - общим(обычным) уважением(отношением).
Maquiavel принял бы оба. Однако он уведомил бы принца об опасностях первого. Человек(мужчина), который хочет уважаться, и не уважает другие, он не будет уважаться ни от какого другого пути еще чем первый выбор(опция).
Второй выбор был бы наиболее легким в группе, где равенство не неправильно истолковывается.
Теперь Вы можете сравнить оба:
Сначала с Totalitarism;
Секунда с Коммунизмом;
Даже если была бы коррупция во втором, терпимость будет принята, в то время как в первый нельзя было бы допустить что - нибудь, что могло затронуть структуру piramidal власти(мощи).
Вы будете иметь также applyed правила большинства и меньшинства.

Нет никакого человека(мужчины), который может когда-либо уважаться, если он не уважает себя.
Верный, чтобы сказать, что все мужчины получают уважение(отношение) другими.
Верный, чтобы сказать, что уважение(отношение) должно быть обычно для других, чтобы знать это.

Люди, которые не могут произвести уважение(отношение), не могут получить уважение(отношение).

Так если есть неосведомленные люди в мире - из-за их недостатка совести о действительности.
Неосведомленные люди не заботятся об уважении(отношении). Они только хотят это.

Respect.
Er is twee richtings voor geacht te worden. Een is door angst. Ander is door gemeenschappelijke respect.
Maquiavel zou beide aannemen. Echter zou hij de prins over de gevaren van de eerste informeren. De man die geacht worden wil en acht anderen niet, hij zal van geen andere weg anders dan eerst optie niet geacht worden. De tweede keuze zou het gemakkelijkste in een groep zijn waar de gelijkheid verkeerd niet begrepen wordt. Nu kan u het beide vergelijken: Eerst met Totalitarism;
Seconde met Communisme;
Zelfs wanneer er corruptie in de seconde zou zijn, zal de verdraagzaamheid aangenomen worden, terwijl in het het eerste niets zou kunnen geduld worden dat de piramidal structuur van macht zou kunnen

treffen.
U zult ook de regels van meerderheid en minderheid toegepast hebben.


Er is geen man die ooit geacht worden kan of hij zichzelf niet acht. Juist als te zeggen dat alle mannen respect door anderen krijgen. Juist als te zeggen dat het respect gemeenschappelijk voor de anderen zou moeten zijn om hem te weten.

Mensen die kunnen niet respect genereren, kan niet verkrijgt respect.

Zo indien er onwetende mensen in de wereld is, is wegens hun tekort van geweten over realiteit. Onwetende mensen geven om over respect niet. Zij willen enkel hem.

尊敬。
有用於被尊敬的兩種方式。
一個在害怕旁邊。
其他在共同尊敬旁邊。
Maquiavel 會接受兩者。無論如何他會把關於危險的王子通知給第一個。想被尊敬,不尊敬其他的男人,他將不從沒有其他方式另外被尊敬較之第一選擇。
第二個選擇會是同等不被誤解的在一個團體方面的最容易的一個。
現在你能夠比較兩者:
有 Totalitarism 的第一;
有共產主義的秒;
即使在第二個裡會有腐敗,忍受將被接受,而在第一不能夠被忍受能夠影響力量的 piramidal 結構的任何東西。
你也將應用了多數黨和少數的規則。
沒有能夠從來被尊敬的男人如果他不尊敬自己。
真實至於說所有男人透過其他的得到尊敬。
真實至於說尊敬為了其他的應該是共同的知道它。
不能產生尊敬的人,不能獲得尊敬。
這樣如果有無知在世界上的人是因為他們的缺少關於現實的良心。
無知的人不關心尊敬。他們只是想要它。

Rispetto.
Ci è due maniere per essendo rispettato.
Un è dalla paura.
L'altro è dal rispetto comune.
Il Maquiavel accetterebbe entrambi. Comunque notificherebbe il principe dei pericoli del primo. L'uomo che vuole essere rispettato, e non rispetta di altri, non sarà rispettato da nessuno altro maniera altro di dapprima opzione.
La seconda scelta sarebbe l'il più facile in un gruppo dove l'uguaglianza non è fraintesa. Adesso lei può paragonare l'entrambi:
Primo con Totalitarismo;
Secondo col Comunismo;
se ci sarebbero Anche la corruzione nel secondo, la tolleranza sarà accettata, mentre nell'il non potrebbe essere dapprima tollerato niente che potrebbe riguardare la struttura di piramidal di potere.
Lei avrà
applicato anche le regole di maggioranza e la minoranza.

Non ci è uomo che mai può essere rispettato se non sé rispetta. Vero come di dire che tutti gli uomini prendono il rispetto dagli altri. Vero come di dire che il rispetto dovrebbe essere comune per gli altri per saperlo.

Le persone che non possono generare il rispetto, non può ottenere il rispetto.

Se ci è cosí delle persone ignoranti nel mondo è a causa della loro mancanza di coscienza della realtà. Le persone ignoranti non si preoccupano del rispetto. Lo vogliono soltanto.

Respect.
Er is twee richtings voor geacht te worden.
Een is door angst.
Ander is door gemeenschappelijke respect.
Maquiavel zou beide aannemen. Echter zou hij de prins over de gevaren van de eerste informeren. De man die geacht worden wil en acht anderen niet, hij zal van geen andere weg anders dan eerst optie niet geacht worden.
De tweede keuze zou het gemakkelijkste in een groep zijn waar de gelijkheid verkeerd niet begrepen wordt. Nu kan u het beide vergelijken:
Eerst met Totalitarisme;
Seconde met Communisme;
Zelfs wanneer er corruptie in de seconde zou zijn, zal de verdraagzaamheid aangenomen worden, terwijl in het het eerste niets zou kunnen geduld worden dat de piramidal structuur van macht zou kunnen

treffen.
U zult ook de regels van meerderheid en minderheid toegepast hebben.


Er is geen man die ooit geacht worden kan of hij zichzelf niet acht. Juist als te zeggen dat alle mannen respect door anderen krijgen. Juist als te zeggen dat het respect gemeenschappelijk voor de anderen zou moeten zijn om hem te weten.

Mensen die kunnen niet respect genereren, kan niet verkrijgt respect.

Zo indien er onwetende mensen in de wereld is, is wegens hun tekort van geweten over realiteit. Onwetende mensen geven om over respect niet. Zij willen enkel hem.


Saturday, March 11, 2006

...aqui há gato...
Miau!
...a curiosidade matou-o...
Pau!

PLAY SHOULD BE AN HUMAN NEED!

Monday, March 06, 2006

The Strike Of The Killing Ball!

The Strike Of The Killing Ball!

The mad Killing ball strikes again in the streets of New York.
Some would say thet there is no connection between the both sides. But there is.
Some would say thay the napkins are good for the service they were propose to.
Some would say that the rat died since the incident that took to heaven all the dishes in the kitchen.

In a light voice the Killing BALL broke all the fourth...
And sixty were left from the one undred.
Simple ways.

Dear anonymous
I'd heard to say that this blog doesn't have any casualties in any cases.
Neither the simplicity :)

I'd heard that your voice is shut up because everyday you shave.
It's hard to deal with the sweetness.
Better ways to........
You are not clever enought to guess.
But you're quite fast

Sunday, February 19, 2006

About we...

Finding a twin soul is so probable as it is to find "el Dorado".

Wednesday, February 15, 2006

GNR- TODA A VERDADE_ 04

"Sempre ao serviço do bem-estar público, a GNR está presente em todas as ocasiões de maior gravidade. De noite ou de dia, a qualquer hora...", pelo menos enquanto não estão a almoçar, ou a fazer a importante ronda de averiguação criminal aos cafés locais, ou ainda na tentativa de detenção de potenciais terroristas internacionais tais como os ciganos locais.
Onde está um GNR, estão logo dois ou três, de vez enquando mais um ou outro. Como nos sentir inseguros perante uma quantidade tal de agentes da lei? Especialmente a cavalo. A guarda montada, parece ter bastante sucesso quanto ao impedimento dos crimes, já que a cavalo empunhando uma espada se andava no sec. XIX. Pois é! A galope, quem é o criminoso que se atreve!? E se o cavalo lhe defeca em cima? Quem é que lava? A mulher já lhe disse que nunca mais, porque da última vez, a lavar, ficou com uma mancha de lixívia na roupa!
E pronto! Se caga é chato!
Ainda no outro dia, havia um cavalo da GNR, que andava de diarreia, e cagou a estrada toda.
Depois de ficarem dejectos por toda a parte, lá chamaram os senhores da limpeza, para virem lavar a estrada. Ficou tudo bem no fim, porque o tratador dos cavalos, que é veterinário e trabalha para a GNR, medicou o bicho. Não teria sido da palha, com má qualidade? Má qualidade? Não. Tudo do melhor, sempre! Tudo pela defesa e segurança nacional.
Por isso, mais cavalos hão-de ser precisos nos postos da GNR.
Já estão encomendados mais dois para amanhã de manhã. Vai lá o António que tem a carta de pesados buscá-los, com o camião próprio para isso.
Seguramente que a GNR, não se vai dar ao luxo, de gastar o dinheiro dos contribuintes a pagar ao António para lá ir à tarde, fora do turno, quando recebe o dobro!

GNR- TODA A VERDADE_ 03

Será verdade?
Estarão esses senhores dispostos a qualquer coisa pela nossa segurança?
O que é certo é que a fama da GNR chegou além fronteiras.
Durão Barroso, primeiro-ministro da altura, estava muito preocupado com as questões internacionais, que assombravam o mundo.
O Iraque, presidido por um terrivel homem, ditador sanguinário, Saddam Hussein, acolhia agora os terroristas do 11 de Setembro, e estava a criar e armazenar, armas de destruição massiva com o intuito de destruir os Estados Unidos da América, esse grande país, a quem a Europa devia tanto, e que sempre se preocupou com as necessidades dos mais fracos.
Era preciso enviar as nossas tropas e demonstrar que Portugal também tem um sentido de justiça inato, apoiando assim a soberana e honrada coligação EUA-GB.
Os nossos aliados agradeceram o apoio moral, que lhes estava a ser dado, assim como organizações em território nacional de sessões esclarecedoras tais como o encontro, na base das Lages nos Açores.
E, pela segurança dos poços de petróleo iraquiano, para que fosse evitada a destruição do património desse povo, foram enviados dois contingentes de corajosos soldados da Guarda Nacional Republicana, para terras iraquianas, impedindo assim demoníacos terroristas, que tudo faziam para explodir, de destruir a paz e o progresso e a liberdade, o amor e a justiça.
Bravos GNR, impediram assim uma chacina e asseguraram que o petróleo iraquiano não caisse nunca em mãos erradas.

Será mesmo verdade?

GNR- TODA A VERDADE_ 02

“O crime de Sacavém”.
O relatório da autópsia efectuada no Instituto de Medicina Legal ao cadáver de Carlos Rosa - o jovem de 25 anos decapitado no mês passado quando se encontrava detido para interrogatório no posto da Guarda nacional Republicana GNR) de Sacavém - vem deitar por água abaixo todo o cenário que até agora tem servido para explicar aquele macabro homicídio. Com efeito, os resultados da referida autópsia não indiciam qualquer vestígio de bala tanto no corpo como no crânio de Carlos Rosa. Isto significa que a versão do “disparo acidental” não faz sentido e que a verdadeira causa da morte não foi uma qualquer bala perdida mas sim a decapitação.

7 de Maio de 1996, Carlos Rosa, um jovem
consumidor de heroína, cidadão português de 25 anos, casado e pai de uma criança de dois anos, foi morto numa esquadra da Guarda Nacional Republicana de Sacavém, nos arredores de Lisboa, e o seu corpo foi encontrado num jardim público, decapitado e com sinais de sevícias. Morto pelo sargento ajudante, comandante do posto, agora detido. A cabeça, da vítima só foi encontrada posteriormente ao resto do corpo.

SEGURANÇA?

GNR- TODA A VERDADE_ 01

GNR.
Grupo Novo Rock; Guns N' Roses; ou Guarda Nacional Republicana. É dos últimos que vou falar.
Senhores que outrora guardaram o rei, mas que nem por isso impediu a morte dele, passaram a chamar-se, com a chegada da república, Guarda Nacional Republicana. É a polícia que sobreviveu desses tempos e que hoje ainda vive, no século XXI Português.
O que é afinal a GNR?


Bravos soldados, prontos para agir em defesa do bem-estar comum e da integridade de todos os portugueses?


ou


Vulgares bebedores de cerveja da tasca mais próxima, que se arriscam apenas a apanhar as garrafas vazias que ficaram espalhadas pelo jipe, na ronda anterior?

Em qualquer dos casos o perfil do GNR, ultrapassa o simples: "O chenhor bai ter de tirar a beatura de chima do pacheio, chenão bou ter d'o autoar...".
O perfil do GNR:

GNR.jpg

1. Chapéu
2. Bigode
3. Farda

Friday, February 10, 2006

about me...

the real imoralist.
the one that doesn't think good - evil/bad.

I am the imoralist. everything is what it is.
there is no right or wrong,
just people with diferent points of view

Monday, January 30, 2006

Não acredito em velhas Estórias! Que não me venham contá-las por favor!

Aprendi há muitos anos que história era (h)istória e que História era (H)istória.
Vi escrito "estória" pela primeira vez num artigo de opinião de um jornal nacional. De inicio julguei tratar-se de um erro ortográfico do autor, pela fonética da palavra, (ex: ministro- (menistro)), porém voltei a vê-la escrita, e cada vez mais frequentemente. A palavra ganhou uso. O que não deixa de ser legitimo, uma vez que a lingua não está morta e deve continuar a evoluir.
Porém passo a problematizar a História como verdade histórica.
Muito sucintamente, podemos imaginar uma guerra descrita por um narrador, que terá presenciado essa guerra. Era neutro? Nunca o poderá ter sido... Como neutro? Neutralidade existe? Então a validade? Acabamos por entrar no campo da "estória" então. E passa a não haver diferença alguma.
Seria então realmente necessário inventar uma nova palavra? Se me convencerem que futebol foi inventado em Portugal, poderá ser que acredite que nunca antes de ver a palavra pude realmente distinguir as duas coisas...

E depois vêm cromos, sim, porque a lingua está viva, que dizem coisas como isto em comentários de blog(ue)s sobre o assunto:

Estória é estória!
História é História!
Por que preferir um vocabulario polissémico?
Apenas por nao "haver necessidade" de ter?
Nao é por necessidade que se criam as coisas apenas, mas tambem por utilidade :)
A DIFERENÇA É MUITO ÚTIL!
Afixado por: Forrest Grump em maio 20, 2004 03:08 AM
(in: http://socioblogue.weblog.com.pt/arquivo/013180.php )


Pergunto a esse man:
Por quê inventar um vocábulo monossémico?
Apenas pela necessidade de ter mais um?

Se não, podemos inventar mais um aqui e agora mesmo:
- "ministro" para os gajos que trabalham, e "menistro" contam muitas histórias da carochinha ao povo!
Era-me mais útil ter os primeiros em vez dos segundos, assim para haver distinção real entre eles, que se crie mais uma palavra para acrescentar à burocracia portuguesa.
Tudo isso dito em português, ou será que não? E em Lisboa escrito de forma diferente da do Porto, ou nem por isso?

Tuesday, January 24, 2006

A pele da Fátima Lopes


Vários milhões de animais, são criados e mantidos em condições miseráveis em jaulas de quintas de peles, estando condenados a uma morte brutal para que as suas peles e pêlos sejam usados em casacos e outros acessórios de luxo.
As peles são extraídas ainda com eles vivos!!!!! Para que estas não sejam estragadas.

.:::POR FAVOR PERCA 2 MINUTOS DA SUA VIDA E VEJA ESTE CLIP:::.

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Millions of animals, are created and kept in bad conditions in Farm Skins, being condened to a brutal death so that its skins are used in coats and other accessories of luxury.
The skins are extracted still with them living!!!!! So that these are not ruined.

.:::PLEASE LOSE 2 MINUTES OF YOUR LIFE AND SEE THIS CLIP:::.

Sunday, January 22, 2006

BENVINDOS À NOVA CALIFÓRNIA!!

Que cada homem tenha o direito de escolher um presidente á sua imagem!
Aqui está aqui o presidente que escolheu para liderar este país. Parabéns pela escolha..
.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
http://img29.imageshack.us/img29/9698/cid001501c61ba62396bc0060c6545.gif
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

Tuesday, January 10, 2006

I&U


_ILOVEU_
Originally uploaded by Ordnael.
Found it one of these days, walking on the street. Funny because, I was already thinking about it.
A portuguese "já v'isto"!

Monday, January 02, 2006

Inflammation


Because here we are inflaming things.
I would like to offer this present to every one of you. And dedicate this to those around the world, which the voices still cannot be listened.
Yeah, that's right, Xtmas was last week, but, why not to make it by the Orthodox way?
Where is your voice?
INFLAME IT NOW!

...

E tudo se esquece. Para quê ser lembrado?

...

Felizes os que cantam sem saber a letra da música.

...

Quanto mais se sabe, menos se aprende.