Monday, January 30, 2006

Não acredito em velhas Estórias! Que não me venham contá-las por favor!

Aprendi há muitos anos que história era (h)istória e que História era (H)istória.
Vi escrito "estória" pela primeira vez num artigo de opinião de um jornal nacional. De inicio julguei tratar-se de um erro ortográfico do autor, pela fonética da palavra, (ex: ministro- (menistro)), porém voltei a vê-la escrita, e cada vez mais frequentemente. A palavra ganhou uso. O que não deixa de ser legitimo, uma vez que a lingua não está morta e deve continuar a evoluir.
Porém passo a problematizar a História como verdade histórica.
Muito sucintamente, podemos imaginar uma guerra descrita por um narrador, que terá presenciado essa guerra. Era neutro? Nunca o poderá ter sido... Como neutro? Neutralidade existe? Então a validade? Acabamos por entrar no campo da "estória" então. E passa a não haver diferença alguma.
Seria então realmente necessário inventar uma nova palavra? Se me convencerem que futebol foi inventado em Portugal, poderá ser que acredite que nunca antes de ver a palavra pude realmente distinguir as duas coisas...

E depois vêm cromos, sim, porque a lingua está viva, que dizem coisas como isto em comentários de blog(ue)s sobre o assunto:

Estória é estória!
História é História!
Por que preferir um vocabulario polissémico?
Apenas por nao "haver necessidade" de ter?
Nao é por necessidade que se criam as coisas apenas, mas tambem por utilidade :)
A DIFERENÇA É MUITO ÚTIL!
Afixado por: Forrest Grump em maio 20, 2004 03:08 AM
(in: http://socioblogue.weblog.com.pt/arquivo/013180.php )


Pergunto a esse man:
Por quê inventar um vocábulo monossémico?
Apenas pela necessidade de ter mais um?

Se não, podemos inventar mais um aqui e agora mesmo:
- "ministro" para os gajos que trabalham, e "menistro" contam muitas histórias da carochinha ao povo!
Era-me mais útil ter os primeiros em vez dos segundos, assim para haver distinção real entre eles, que se crie mais uma palavra para acrescentar à burocracia portuguesa.
Tudo isso dito em português, ou será que não? E em Lisboa escrito de forma diferente da do Porto, ou nem por isso?

Tuesday, January 24, 2006

A pele da Fátima Lopes


Vários milhões de animais, são criados e mantidos em condições miseráveis em jaulas de quintas de peles, estando condenados a uma morte brutal para que as suas peles e pêlos sejam usados em casacos e outros acessórios de luxo.
As peles são extraídas ainda com eles vivos!!!!! Para que estas não sejam estragadas.

.:::POR FAVOR PERCA 2 MINUTOS DA SUA VIDA E VEJA ESTE CLIP:::.

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Millions of animals, are created and kept in bad conditions in Farm Skins, being condened to a brutal death so that its skins are used in coats and other accessories of luxury.
The skins are extracted still with them living!!!!! So that these are not ruined.

.:::PLEASE LOSE 2 MINUTES OF YOUR LIFE AND SEE THIS CLIP:::.

Sunday, January 22, 2006

BENVINDOS À NOVA CALIFÓRNIA!!

Que cada homem tenha o direito de escolher um presidente á sua imagem!
Aqui está aqui o presidente que escolheu para liderar este país. Parabéns pela escolha..
.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
http://img29.imageshack.us/img29/9698/cid001501c61ba62396bc0060c6545.gif
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

Tuesday, January 10, 2006

I&U


_ILOVEU_
Originally uploaded by Ordnael.
Found it one of these days, walking on the street. Funny because, I was already thinking about it.
A portuguese "já v'isto"!

Monday, January 02, 2006

Inflammation


Because here we are inflaming things.
I would like to offer this present to every one of you. And dedicate this to those around the world, which the voices still cannot be listened.
Yeah, that's right, Xtmas was last week, but, why not to make it by the Orthodox way?
Where is your voice?
INFLAME IT NOW!

...

E tudo se esquece. Para quê ser lembrado?

...

Felizes os que cantam sem saber a letra da música.

...

Quanto mais se sabe, menos se aprende.